A LINGUAGEM DO DESENHO E O CONCEITO DE PAISAGEM NO ENSINO DE GEOGRAFIA COM CRIANÇAS ESCOLARES

  • Fabiana Rodrigues Oliveira Queiroz
Palavras-chave: Geografia da Infância, Anos Iniciais, Geografia Escolar

Resumo

Este artigo origina-se de uma pesquisa de mestrado já concluída, no campo da Educação, mas que se desdobrou em pesquisa doutoral (em andamento) situada no campo do Ensino de Geografia. Pretende aqui, apresentar algumas reflexões acerca da infância como viés para por em discussão a condição geográfica da criança e a emergência da linguagem do desenho associado ao conceito de paisagem, como vetores que denotam a relevância da compreensão da infância como tempo de vida singular, a ser considerado nas atividades de ensino da Geografia Escolar, dos anos iniciais. Os aportes teóricos que sustentam as discussões perpassam pelo campo da Infância, da Geografia da Infância e do Ensino de Geografia. Os resultados preliminares têm evidenciado, por um lado, importante contribuição da linguagem do desenho vinculado ao conceito de paisagem para atividades de Ensino de Geografia e, por outro, se revelado como estratégia metodológica de pesquisa com crianças escolares.

Publicado
2019-12-10
Edição
Seção
Múltiplas linguagens no Ensino de Geografia