CARTOGRAFIAS E MAPAS COM LINGUAGEM FOTOGRÁFICA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA

  • Ernandes de Oliveira Pereira
Palavras-chave: Método cartográfico; arte; geografias

Resumo

O presente estudo é o resultado da cartografia de um experimento artístico (Oficina), “Portfólio de Imagens da minha Cidade”, realizado durante o cotidiano das aulas de Geografia ao longo do ano de 2016. Esse tipo de estudo exigem outras noção de cartografia, e mapas. Nesse sentido, a cartografia é um método de acompanhamento de processos criativos em devir e os mapas como as relações entre os sujeitos com os acontecimentos que constituem os espaços dentro de uma perspectiva política, usando como referências teóricas a “Filosofia da diferença” de Gilles Deleuze e Félix Guattari. Os resultados demonstraram que é possível mobilizar outros pensamentos sobre espaço e lugar, mesmo dentro de um ambiente marcado por processos de subjetivação que padronizam a visão dos estudantes sobre um meio marcado por apelos turísticos. Os processos criativos foram provocados pela arte e fizeram os estudantes transcenderem os livros didáticos, os atlas, os globos terrestres, bem como as imagens veiculadas massivamente pelos meios de comunicações locais.

Publicado
2019-12-11
Edição
Seção
Múltiplas linguagens no Ensino de Geografia