MAPAS CONCEITUAIS COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM GEOGRAFIA

  • Lucas Gabriel da Silva
  • Tânia Cristina Meira Garcia
Palavras-chave: Ensino. Mapa conceitual. Geografia

Resumo

Este artigo contém reflexões acerca da avaliação no processo de aprendizagem em Geografia. Relata uma experiência de uso de mapas conceituais como instrumentos de coleta de dados para avaliação de conteúdos no ensino de geografia. A atividade foi aplicada a alunos do Ensino Médio de duas turmas do 2º ano da Escola de Ensino Médio Professor Gabriel Epifânio dos Reis, situada na cidade de Icapuí, estado do Ceará. O estudo se propôs compreender as potencialidades dos mapas conceituais na avaliação do processo de aprendizagem na Geografia. A experiência possibilitou verificar que o professor, ao fazer uso dessa estratégia, obtém informações significativas para subsidiar suas reflexões e tomada de decisões quanto a prática avaliativa de conteúdos geográficos. Verificou-se, por sua vez, que está ferramenta permite aos educandos o confronto de conhecimentos, resinificando conceitos anteriores rumo a construção de novos, ensejando uma aprendizagem de conteúdos geográficos mais significativa.

Publicado
2019-12-11
Edição
Seção
Metodologias ativas no Ensino de Geografia