SIMULANDO CONFERÊNCIAS INTERNACIONAIS – O CASO DA OEA: UMA EXPERIÊNCIA PEDAGÓGICA PARA TRABALHAR PAUTAS CONTEMPORÂNEAS EM GEOGRAFIA

  • Alexandre dos Santos da Rosa
Palavras-chave: Ensino de Geografia, Geografia e Relações Internacionais, Construtivismo

Resumo

O relato é uma breve produção textual acerca de uma das práticas pedagógicas desenvolvidas nas aulas de Geografia do Colégio Mãe de Deus em Porto Alegre/RS, cujo tema abordado foi “O combate à corrupção e o fortalecimento das democracias fragilizadas na América”. Para isso, simulamos um formato de conferência da OEA (Organização dos Estados Americanos), onde os alunos deveriam representar a posição política e posicionarem-se como representantes diplomáticos de tais países. Para o desenvolvimento da simulação, foi necessário que os alunos pesquisassem o tema e a posição dos países, tendo como aspecto fundamental uma releitura crítica sobre o tema, portanto foi necessário levar em conta questões históricas, políticas, econômicas, etc. Os alunos também prepararam-se para os possíveis desfechos que que suas decisões poderiam trazer aos países representados e envolvidos. Para dar seguimento, serão abordados alguns procedimentos didático-pedagógicos que foram utilizados, explicitando em linhas gerais a metodologia e a corrente pedagógica nos orientou – o Construtivismo.

Publicado
2019-12-11
Edição
Seção
Metodologias ativas no Ensino de Geografia