DIÁLOGOS E PERCEPÇÕES: RODA DE CONVERSA COMO MÉTODO DE INTERVENÇÃO

  • Beatriz Benati Luvizotto
  • Iany Teixeira Casatti
Palavras-chave: Paulo Freire, Diálogo, Intervenção

Resumo

Pensando no ensino de Geografia dentro da sala de aula para alunos do Ensino Fundamental II, os bolsistas do PIBID/Geografia da Unesp Ourinhos-SP propuseram uma roda de conversa para os estudantes do sétimo ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Adelaide Pedroso Racanello, parceira do projeto desde 2018. Priorizando o diálogo e a fala do aluno, a atividade sugeriu a identificação da Geografia dentro da sala de aula e em seus arredores, facilitando uma construção de conhecimento a partir dos saberes e vivências do mundo já conhecidas pelos mesmos. O que tornou a atividade mais interessante foi o fato de os bolsistas não serem de Ourinhos, incentivando as estudantes a explicar as dinâmicas do município, bem como suas localizações, atividades econômicas, entre outros. Entretanto, também foram encontradas algumas problemáticas aqui expostas que nos faz repensar o modo com que a geografia está sendo aplicada dentro da escola e como podemos torná-la mais próximas aos alunos, como o foi o objetivo dessa intervenção.

Publicado
2019-12-12
Edição
Seção
Metodologias ativas no Ensino de Geografia