O TRABALHO DE CAMPO NA FORMAÇÃO DO GEÓGRAFO: REFLEXÕES A PARTIR DO USO DO LEVANTAMENTO INTEGRADO DE VARIÁVEIS (LAGO LLANQUIHUE, REGIÃO DOS LAGOS, SUL DO CHILE)

  • Ademar Graeff
  • Maria Eduarda Andrade de Faria
  • Neimar Boettcher
Palavras-chave: Trabalho de Campo, Formação do Geógrafo, Levantamento Integrado de Variáveis - LIV

Resumo

Este trabalho busca refletir sobre a importância do trabalho de campo, metodologicamente realizado a partir do Levantamento Integrado de Variáveis - LIV, e suas contribuições para a formação do geógrafo, realizado durante período de intercâmbio acadêmico na Universidad Academia de Humanismo Cristiano - UAHC, Santiago - Chile. As atividades aconteceram no período de 3 a 10 de setembro de 2018 no âmbito da disciplina Trabajo de Campo III do curso de graduação em Geografia - Bacharelado da UAHC. O trabalho de campo aconteceu na Região dos Lagos, localizada no sul do Chile, usando como recorte espacial o entorno do Lago Llanquihue. A atividade esteve organizado em três etapas: a) atividade pré-campo em gabinete para identificação de uma problemática de pesquisa e definição do recorte espacial a ser estudado; b) trabalho de campo in loco para compreensão da problemática desenvolvida utilizando diferentes metodologias e ferramentas de investigação e c) sistematização e das informações e construção de camadas de geoinformação para mapeamento das áreas investigadas e compressão das problemáticas. A realização do trabalho de campo conjunto possibilitou a experimentação de novas metodologias de investigação do espaço geográfico, especialmente o Levantamento Integrado de Variáveis. Um trabalho de campo mais autônomo no seu processo de planejamento e execução fazendo uso de diversas ferramentas é entendido como um desafio constante, integrando as disciplinas cursadas ao longo do curso, o que permite uma formação geográfica integral.

Publicado
2019-12-12
Edição
Seção
Metodologias ativas no Ensino de Geografia