A INVISIBILIDADE DA DOCÊNCIA NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA

  • Júlia Boelter Nickel
Palavras-chave: identidade docente; formação inicial; currículo de graduação em Geografia

Resumo

Visando uma formação inicial docente atual e coerente com a realidade da educação básica brasileira, analisei currículos de cursos de Licenciatura em Geografia de Universidades Públicas e Privadas quanto à presença de conteúdos e disciplinas voltados para circunstâncias cotidianas do professor e também, a partir do currículo, se as Instituições incentivam a realização de pesquisas por esse profissional. Tendo como base a experiência de carreira de professores universitários, exploraremos o preparo e disposição destes quanto à abordagem de conteúdos da graduação visando o seu uso na educação básica, a discussão do ser professor na educação básica durante a graduação e a implicação dessa discussão no desenvolvimento da identidade docente, do entendimento do ser Geógrafo(a) e no destino dos egressos. A partir do retorno de participantes do Projeto de Extensão Aprendizagem da Docência – PAD2, que ofereceu palestras, oficinas e cursos com temáticas variadas e inovadoras para licenciandos, professores e gestores da educação básica de todas as áreas do conhecimento durante o ano de 2018, observaremos a visão e sentimentos de alunos de outras Licenciaturas que estão relacionados a fatos apresentados no texto.

Publicado
2019-12-12
Edição
Seção
Políticas de formação de professores e o Ensino de Geografia