A FORMAÇÃO DOCENTE EM GEOGRAFIA: AÇÕES VOLTADAS PARA A MINIMIZAÇÃO DE PRÁTICAS DE BULLYING ESCOLAR

  • Kalina Salaib Springer
  • Luana Zimmer Sarzi
Palavras-chave: Geografia, PIBID, Formação de professores, Bullying escolar

Resumo

Um dos desafios que a escola e a sociedade em geral vêm enfrentando é o combate à violência. Neste contexto, estudos, diante das manifestações explícitas e veladas das violências, buscam caracterizar, problematizar e ampliar a compreensão vigente sobre a manifestação das ações violentas em ambiente escolar. Estes, indicam a presença de dimensões objetivas (materiais e físicas) e subjetivas (simbólicas), a serem consideradas na análise e reflexão sobre esse fenômeno social. Diante disso, faz-se necessário refletir acerca da necessidade de se formar professores aptos a identificar e propor ações de combate ao bulliyng e demais formas de violências na escola. Em se tratando da Educação Geográfica, enquanto disciplina que se dispõe a formar cidadãos críticos e transformadores em seus contextos sociais, é balizar o reconhecimento das diferenças e o combate a toda e qualquer forma de discriminação e violência. Por este motivo, foram realizadas oficinas com os alunos e professores participantes do PIBID Geografia da UFSC. Na ocasião, abordou-se aspectos que se referem diretamente ao contexto educacional em que estão inseridos, visando compreender como o professor, enquanto agente mediador do conhecimento, pode minimizar as práticas de violência e bullying escolar.

Publicado
2019-12-13
Edição
Seção
Pibid e a formação do professor de Geografia