INICIAÇÃO À DOCÊNCIA, PRODUÇÃO DE MAPAS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NO ENSINO DE GEOGRAFIA: CONHECENDO OS SUJEITOS E O CONTEXTO SOCIAL DA ESCOLA MUNICIPAL MAURO SÉRGIO – ANGRA DOS REIS/ RJ

  • Carolina Franco Paixão
  • Mara Edilara Batista de Oliveira
Palavras-chave: Ensino-aprendizagem; Geografia; Mapeamentos

Resumo

A Escola Municipal Mauro Sérgio, localizada em um bairro periférico de Angra dos Reis, possui diversas características a serem estudadas relacionadas a sua territorialidade e a questões sócio-espaciais que a envolvem. Por meio da participação no Programa de Iniciação à Docência – PIBID, temos a oportunidade de conhecer e vivenciar o cotidiano da Escola Mauro Sérgio e a sua relação com o contexto social no qual está inserida. Essa experiência tem nos proporcionado vivenciar, junto com o professor supervisor, a prática da docência, na busca de compreender a realidade vivida pelo professor em sala de aula e sua relação com os alunos. Apesar de partir das atividades gerais do projeto do PIBID do Núcleo de Geografia de Angra dos Reis, o qual parte da produção, uso e interpretação de mapas, na construção coletiva e colaborativa de um Atlas Escolar Municipal de Angra dos Reis, que media a inserção dos alunos nas escolas, este artigo, especificamente, visa documentar aspectos que foram percebidos junto aos alunos da Escola Mauro Sérgio, referentes, principalmente, às dificuldades enfrentadas no ensino da geografia, relacionadas diretamente ao ambiente e à territorialidade que esses alunos ocupam.

Publicado
2019-12-13
Edição
Seção
Pibid e a formação do professor de Geografia