POTENCIALIDADES E LIMITES DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA (PIBID) NO FAZER DOCENTE DO PROFESSOR SUPERVISOR DE GEOGRAFIA

  • Maria Wesla Nogueira da Silva
  • Luana Borges Trigueiro de Souza
  • Danielle Rodrigues Da Silva
Palavras-chave: Pibid Geografia, Potencial, Limite, Professor Supervisor

Resumo

O subprojeto PIBID-Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), iniciou suas atividades no campus de Quixadá/CE em agosto de 2018. Distribuídos em três escolas dos municípios de Quixadá e Quixeramobim, tem buscado efetivar algumas práticas pedagógicas por meio do uso de metodologias ativas, buscando dinamizar as aulas de geografia. Para isso, conta com o apoio dos supervisores do programa, que são os professores da disciplina de geografia, lotados nas escolas participantes. Após 8 meses de atuação, uma inquietação tem instigado nossa reflexão enquanto bolsistas do Programa: a ação do Pibid configura-se como um ônus ou um bônus no fazer docente desses professores supervisores? Assim, o presente estudo objetiva refletir sobre as potencialidades e limitações proporcionadas pela atuação dos pibidianos, discentes do curso de Licenciatura em Geografia, no cotidiano da atividade docente dos professores supervisores do subprojeto de Geografia. Trata-se de um estudo de caso, onde utilizou-se da observação participante enquanto técnica e das entrevistas semiestruturadas enquanto instrumentos de investigação. As entrevistas foram realizadas com os três professores supervisores, um do município de Quixadá, lotado na EEEM Coronel Virgílio Távora, e dois em Quixeramobim nas EEF Agrícola Leorne Belém e EEEM Assis Bezerra. Os resultados evidenciam diversos aspectos, tanto positivos como negativos sobre a existência dos bolsistas sob responsabilidade dos professores supervisores. Por um lado, apontam-se que há algumas limitações na condução do Programa nas escolas; limitações quando se trata de melhor definição das atividades a serem realizadas; a distância entre as escolas para realizar um trabalho integrado; o ajuste de horário dos bolsistas ao horário dos transportes que os levam até as escolas; a diferenciação entre as ações que podem ser realizadas pelo Pibid das ações da Residência Pedagógica; e, o aumento da demanda de atividades o professor supervisor. Por outro, apontam-se que os benefícios que o PIBID proporciona às escolas estão relacionados à viabilização de uma educação com ênfase em atividades mais lúdicas, diferenciada e inovadoras que incentivam a participação e o envolvimento dos estudantes, contribuindo para o desenvolvimento do senso crítico e da autonomia dos alunos; a contribuição dos pibidianos na renovação das práticas pedagógicas; e, a parceria dos bolsistas com o professor supervisor na condução de atividades de algumas turmas.

Publicado
2020-02-03
Edição
Seção
Pibid e a formação do professor de Geografia