Índice de Vegetação (NDVI) na gestão do uso da terra na zona de amortecimento da estação ecológica de Assis - SP

Autores

  • Layla Cristina de Freitas Assalve Universidade Estadual Paulista
  • Edson Luís Piroli Universidade Estadual Paulista
  • Daniela Fernanda da Silva Fuzzo Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.20396/sbgfa.v1i2017.2254

Palavras-chave:

SIGs. Imagens orbitais. Zona tampão

Resumo

A crescente degradação dos recursos naturais provenientes dos países industrializados e o aumento da população, após revolução industrial, tem acarretado o crescimento de áreas protegidas em quase todos os países do mundo, com diferentes objetivos e níveis de implantação. A Zona de Amortecimento, não pertence ao interior da Unidade de Conservação, está localizada no seu entorno e é estabelecida com a finalidade de filtrar os impactos negativos de atividades externas a ela. Nos dias atuais, se avalia a necessidade de novas opções de gestão dessas áreas. Neste sentido o objetivo deste trabalho foi mapear, com uso de SIGs a Zona de Amortecimento (ZA) da Estação Ecológica de Assis-SP, por meio de imagens orbitais. Foram utilizadas imagens de NDVI, derivadas do Landsat 5/TM e Landsat 8/OLI, para os anos de 2000 e 2017. Estas imagenspermitiram analisar e identificar o uso e ocupação da terra, por ação antrópica bem como a sua interferência na vegetação. 

Biografia do Autor

Layla Cristina de Freitas Assalve, Universidade Estadual Paulista

Graduanda em Geografia, Universidade Estadual Paulista – UNESP – Campus de Ourinhos.

Edson Luís Piroli, Universidade Estadual Paulista

Prof. Assistente Dr. do curso de graduação em Geografia da Unesp – Campus Experimental de Ourinhos e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente.

Daniela Fernanda da Silva Fuzzo, Universidade Estadual Paulista

Profa. Dra. Subs, Universidade Estadual Paulista – UNESP – Campus de Ourinhos.

Referências

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional do Meio Ambiente, CONAMA. Resolução CONAMA nº 13, de 6 de dezembro de 1990. In: Resolução, 1990.

FIORI, A.M.; FIORAVANTE, C. Os caminhos para salvar o cerrado. R. FAPESP, São Paulo. ED.63. Abril/2001.

FRANCO, M.M.F.; MUNIZ, J.; NOVAS, M.F.B. Geotecnologia aplicada na análise temporal de índice de vegetação do Parque Estadual da Serra da Tiririca. In: XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Curitiba. Abril/2011. P. 1942.

OLIVEIRA, J.S.S. Índice de vegetação (BDVI, IVAS, IAF, NDWI) como subsídio à gestão do uso e ocupação do solo na zona de amortecimento da reserva biológica de Saltinho, Pernambuco. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco. Recife: 2013.

Downloads

Publicado

2018-02-04

Edição

Seção

Geotecnologias e Modelagem Espacial em Geografia Física