A sede do Teatro Popular União e Olho Vivo: um portal para outro tempo

  • Ana Paula Parodi Eberhardt

Resumo

O presente trabalho é fruto dos desdobramentos da dissertação de mestrado “União, Olho Vivo e Pé Ligeiro: Estudo Etnográfico das Memórias e Duração das Práticas do Teatro Popular União e Olho Vivo na cidade de São Paulo”, pela UFRGS. Trata-se aqui de uma análise da importância da sede deste grupo na produção de subjetividades de encantamento com o teatro, e com a adesão a um determinado estilo de vida. Pensando este espaço como um ponto de intersecção entre províncias de significados distintas, percebi que, além da ambiência fisicamente distinta da sede, que possibilitava o acesso a um cenário atípico da cidade, com uma série de elementos que a tornavam agradável – pátio, árvores, gramado- eram, fundamentalmente as relações de interação, de troca, solidariedade e co-presença que aconteciam ali que conformavam uma percepção de uma temporalidade diferenciada e m relação ao seu entorno urbano.

Publicado
2019-07-16