Diasporizações: migrações e movimentos de pessoas e mundos

  • Janaina Santos de Macedo

Resumo

Neste artigo parto da ideia de diasporização para pensar a dispersão de ideias, saberes, práticas, informações, bens e afetos provocadas pelos deslocamentos de pessoas através dos processos migratórios contemporâneos. As culturas compósitas, como podem ser compreendidas as diásporas haitiana e senegalesa, são multilocais, desterritorializadas das nações, multi-situadas em múltiplas ancoragens, de forma que suas identidades tendem a ser rizomáticas, indo ao encontro de novas possibilidades. Nestas culturas, ir ao encontro do outro é encontrar-se e não perder-se. Procurando iluminar os processos de transformação em curso nas performances e narrativas dos meus interlocutores e interlocutoras, ilumino algumas de suas novas formas de
existir, constituindo movimentos políticos e poéticos, articulando novos sentidos e sensibilidades e transformando contextos e relações.

Publicado
2019-07-17
Seção
ST 11 - Confluência de saberes em tempos de incerteza: diálogos (indisciplinares) entre religião, magia, ciência, filosofia e arte