Dos sentidos da carroça: cavalos urbanos em disputa por carroceiros e por empreendedores da libertação animal

  • Ricardo Alexandre Pereira de Oliveira
  • Emmanuel Duarte Almada

Resumo

Nesta comunicação, apresentamos uma etnografia de um coletivo multiespecífico urbano em luta pelo direito à diferença. O trabalho resulta do encontro entre carroceiros e cavalos das periferias de Belo Horizonte com um antropólogo e um biólogo em meio a disputas em torno de dois futuros possíveis: de legitimação ou criminalização da tração animal e da convivência entre humanos e equinos. Este texto apresenta uma abordagem crítica acerca dos discursos sobre os cavalos enunciados por determinados atores vinculados à perspectiva da Libertação Animal. Em contraposição, apresentamos as narrativas de carroceiros sobre as relações interespecíficas junto a esses animais, desde suas respectivas comunidades rumo à cidade inteira. Nesse processo, fomos incorporados como assessores ao coletivo multiespecífico, com a missão de traduzir os fluxos de desejos, intenções e objetivos tanto dos carroceiros para seus grupos antagônicos quanto destes grupos aos carroceiros, e de ambos ao Estado.

Publicado
2019-10-03
Seção
ST 09 - Contaminações multiespecíficas: narrativas de mundos em ebulição